Visita ao homem da sanfona, marca o encerramento das atividades da ASBAN, em 2018

 

Se o terreno vermelho da comunidade e o sol forte, sinalizavam que estávamos em uma região de características climáticas adversas, ao mesmo tempo fomos surpreendidos pela mesa farta, composta de lindos cachos de uva, melancia, mel, manga, e um calor humano de poucos, marcado pelo GRAÇA E PAZ do povo de Deus, abraços e frases de bem-vindos, onde em pouco tempo já estávamos nos sentindo em casa.

Graça e paz irmãos!

O que foi registrado nesse sábado, 10 de novembro, na comunidade de Guanhães, município de Juazeiro, onde está localizada a Igreja Batista Lírio dos Vales, fundada há 60 anos pelo pastor Valdemir, foi tremendo, hoje na condução do pastor Van Carlos, passa a ser um dos momentos mais especiais dessa nova fase da ASBAN (Associação Batista Noroeste).

A caravana saiu de Jacobina, as 2h da madrugada, passou em Capim Grosso e seguiu viagem com parada no Posto Carne Seca, para um café da manhã, regado a cuscuz, ovo frito, aipim, dentre outras delicias da terra.

A viagem foi tranquila, marcada de muita conversa boa, gargalhadas, mas também momentos de reflexão em torno do reino de Deus.

Ao chegarmos ao destino final, o sol já tomava conta do espaço simples, de terra vermelha, poeira, calor, temperatura já sinalizando que o dia seria muito quente, mas cercado também pelo verde, pelas águas claras e deliciosas do Rio São Francisco, distante 200 metros da comunidade.

Se o terreno vermelho da comunidade e o sol forte, sinalizavam que estávamos em uma região de características climáticas adversas, ao mesmo tempo fomos surpreendidos pela mesa farta, composta de lindos cachos de uva, melancia, mel, manga, e um calor humano de poucos, marcado pelo GRAÇA E PAZ do povo de Deus, abraços e frases de bem-vindos, onde em pouco tempo já estávamos nos sentindo em casa.

Veio o café da manhã que só contribuiu para aumentar ainda mais a alegria da caravana, composta por pastores, lideres, membros da diretoria da Asban, assim como outros irmãos, numa demonstração de que é possível viver bem onde o sol bate forte e marca profundamente a vida das pessoas.

Após o café da manhã, fomos para o templo abrir os trabalhos da Asban, que constou de informações e decisões importantes, tais como: a implantação de um Seminário Teológico, com sede na PIB de Jacobina, por conta da estrutura física da igreja, com início das aulas em marco de 2019. (Mais detalhes com o presidente da ASBAN, pastor Silvio Lamego). Após os trabalhos, fomos para mais um momento de confraternização e de muita irmandade, em volta da mesa e aí já registrando a presença de mais pessoas do território da ASBAN.

Após o almoço fomos visitar o Rio São Francisco, o velho chico, que nasce na serra da canastra em Minas Gerais e atravessa uma grande região da Bahia, com destaque para sua passagem exuberante na querida cidade de Juazeiro da Bahia, cartão postal que integra ainda a bela Petrolina. Uns quiseram apenas contemplar, fotografar, outros caíram na água, com direito a andar de barco e viver mais um momento especial do último encontro da ASBAN, em 2018.

No final da tarde duas visitas. Ao pastor Almir, auxiliar do pastor Van Carlos, acometido de catapora e o pastor Valdemir, 88 anos, 50 de ministério, uma referência para a história da ASBAN, da Convenção Batista Baiana, do evangelho para o reino de Deus.

Com problema de saúde, que não permite mais a sua locomoção, o homem que carregava uma sanfona nas suas caminhadas pelo sertão, recebe de pastores e líderes, dentre outros irmãos da caravana uma visita marcada o tempo todo pela forte emoção. Lágrimas rolaram dos rostos de todos que adentraram ao quarto, na condução do Pastor Van Carlos e pela irmã Carmita, esposa do Pastor Valdemir e dona também de uma história das mais relevantes no reino de Deus no território da ASBAN. A mulher que sempre esteve ao lado do seu companheiro, na pregação do evangelho, arranca lágrimas dos presentes ao soltar a voz no primeiro hino cantado e assim segue o encontro. Na cama, o homem que dedicou a sua vida para falar de Jesus, responsável por centenas de decisões, batismos, igrejas edificadas, como a Igreja Batista Lírio dos Vales, que teve paredes edificadas há 60 anos pelo homem da sanfona.

Sussurrando em alguns momentos, ou até mesmo tossindo, a sua voz fraca e de poucas palavras não precisou dizer nada para deixar a todos impactados. A sua história de vida, o seu compromisso com Deus, com a igreja do Senhor, com o povo de Deus, foi o bastante para dizer que vale muito a pena seguir “o homem do barco”. Deixar tudo para fazer a sua vontade.

A visita foi em torno de 30 minutos, mas de um nível espiritual muito mais elevado do que o sol escaldante da região. Foi tremendo o que Deus nos proporcionou nesse pequeno tempo, em quarto simples, de uma casa simples, distante para muitos mais de 700 km contando com a ida e a volta.

Nas palavras do pastor Silvio Lamego, presidente da ASBAN, um exemplo a ser seguido e que só traz inspiração para o povo de Deus. Nas palavras do pastor Rafael, presidente da ordem dos pastores da ASBAN, algo jamais registrado na sua história de servo do senhor. Para o pastor Eduardo, da Betânia de Senhor do Bonfim, que ovelha do pastor Valdemir, gratidão por ter tido a oportunidade de conviver com o homem da sanfona e ainda conta com seu apoio para a construção do seu ministério pastoral.

Mesmo em meio a simplicidade, percebemos que o homem da sanfona, tem todo cuidado necessário, do filho Van Carlos, da sua esposa Carmita, que mesmo dando sinais de cansaço por conta da sua jornada de vida, não falta carinho, amor, atenção, dedicação, isso sem citar os demais da família, com inclusão da igreja, que hoje ele acompanha como expectador, mas está nos cultos, em sua cadeira de rodas, encantando a todos e dizendo com o seu olhar, com seu gesto, com sua simplicidade de homem de Deus, que vale a pena pagar o preço para servir a Jesus, seja em Guanhães, ou em outro qualquer lugar do planeta terra.

Eu simplesmente estou impactado com tudo que vi, que vivi, e mais ainda pela oportunidade que o Senhor nos concedeu de reencontrar a irmã Carmita, pastor Van Carlos, o pastor Valdemir, que mesmo sem dizer uma palavra falou fortemente aos nossos corações, por sua história de vida e amor ao “homem do barco” que um dia atravessou o mar para ir ao nosso encontro e dizer: volta para tua casa e anuncia aos teus, aos teus amigos, anuncia ao mundo o que eu fiz na tua vida. (Marcos: 5 – 1 a 30), referência da mensagem do pastor Silvio, no culto da noite, marcando assim o encerramento das atividades da ASBAN, em 2018, e com isso selando um dos momentos mais sublimes da história do povo de Deus, no território da ASBAN.

Abraços a todos em Cristo Jesus!

Arnaldo Silva

 

.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *